top of page

O segredo é o tempero

Há quem diga que a comida portuguesa é das melhores, que para além de sabe receber sabemos cozinhar como ninguém.


E qual o segredo? Simples: o tempero certo, na quantidade certa. E isto não é de agora, são segredos ancestrais e das melhores importações que as Descobertas permitiram.


Estes são os nossos favoritos, mas no Mercado Orgânico o que não falta são especiarias:


Páprica

Um bocadinho de pimenta, e outro tanto de pimentão seco moído e voilá: temos a páprica que é usada desde o século XV na culinária de todo o mundo. Picante ou mais suave, há para todos os gostos e para todas as vitaminas: A, B6, C, E e K. Juntem-lhe o ferro, o potássio, as fibras, dos antioxidantes as proteínas e teremos melhor especiaria que esta? Ah, ainda ajuda no tratamento de doenças autoimunes, da diabetes e do cancro.

Pimenta

Tal como o sal, não há casa que não tenha um pimenteiro. Mas o que é facto é que pimentas há muitas, tudo plantas do mesmo género e com um travo picante. Mas seja qual a pimenta escolhida - preta, do reino, malagueta, caiena, ... - é certo que estamos a temperar com uma boa dose de antioxidantes e com um aliado ao sistema imunológico e cardiovascular. É como comprar magia em saquinhos porque, para além disto tudo, ainda ajuda a controlar o colesterol e melhora o humor, com acelerador de metabolismo e cheio de vitamino A e C, cálcio e potássio. Está na hora de encher o vosso pimenteiro.


Açafrão

Para nós é impossível falar de açafrão e não salivar a pensar numa paelha com vista para os mares de Espanha. "Primo" do gengibre, este tempero é indicado pela Organização Mundial de Saúde para o combate de diversas doenças - das cardiovasculares ao cancro. Uma farmácia em casa que ainda ajuda a fortalecer as nossas sinapses cerebrais (atenção esquecidos: açafrão é para vocês!!). E quando se cansarem de o pôr na comida podem ainda fazer um chá ou misturar no leite (este é um segredo indiano muito bem guardado mas deliciosa, experimentavam?).


Sal Negro

O rei da nossa cozinha, é sem dúvida o sal. Sal a gosto, sal q.b., uma pitada de sal mas com todo o cuidado para não tombar o saleiro. O que é certo é que está sempre lá, e por estar sempre lá, é preciso medir bem para evitar problemas de saúde. Ou então trocar pelo sal negro (Kala Namak) que vem de zonas vulcânicas diretamente para o Mercado Orgânico. Mais saudável para quem sofre de pressão alta e ainda preserva a visão, ajuda na artrite e inflamações musculares. Uma excelente troca, não acham?


Sementes de Mostarda

Melhor que dijon, é sementes de mostarda puras. Desde os tempos ancestrais que são usadas para fins medicinais, como por exemplo para regular o intestino e inflamações. Junta-se ainda o leque de minerais: magnésio, zinco, cálcio, zinco, fósforo, ferro e ómega 3. Uma maravilha a ter em casa e a usar sempre, ou quase sempre.


Caril

A especiaria das especiarias, o cheiro inconfundível de um arroz de caril ao lume... Mas o que (talvez) não saibam é que o caril é um mix de temperos e não apenas um. Junta gengibre, canela e pimenta do reino e, portanto, os seus benefícios também são um mix dessas plantas. Para qualquer tipo de dieta o importante é que este pózinho laranja é um super antioxidante, previne o cancro, o Alzheimer e o Parkison, aumenta a imunidade e é o pote de ouro para evitar o envelhecimento.



E por aí por casa? Que arco-íris de especiarias têm e qual o vosso must have em todas as receitas?



2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page